No processo, o advogado de uma segurada emitiu uma notificação premonitória em face da seguradora, requerendo a cópia integral do processo administrativo, em que rejeitou a verba sobre uma indenização do seguro DPVAT.

Em razão disso, a seguradora concedeu as cópias, atendendo ao pedido de exibição, colacionando ao processo os documentos solicitados juntamente com a sua peça de contestação. O magistrado, por sua vez, julgou pela condenação da empresa seguradora, justamente por não haver voluntariedade ao conceder diretamente o que lhe foi pedido. Todavia, a sentença foi reformada em segundo grau.

1) Decisão do Superior Tribunal de Justiça

Ao chegar nas vias do STJ, a 3ª turma do órgão manteve o acórdão em benefício da seguradora, fazendo com que não haja encargos à ela para realizar o pagamento de sucumbência em exibição de documentos, por ser requisitada como produção antecipada de provas, salientando o Relator, Paulo de Tarso Sanseverino, que esse pedido se caracterizava envio para o escritório do advogado, dizendo:

“Conforme consta na notificação e no AR, o advogado da parte ora recorrente pretendeu obrigar a seguradora a enviar para o Estado do Paraná, onde se localiza seu escritório de advocacia, cópia de processo administrativo do relativo ao acidente que ocorreu no Estado de Sergipe. Ora, não há no ordenamento jurídico norma que obrigue a seguradora a enviar documentos para o escritório de advocacia que patrocina a segurada.”

Tenha as mesmas condições

É válido ressaltar que os advogados possuem o direito de ter acesso aos autos dos processos, independentemente de quais sejam, judicial ou administrativo, e essa é uma garantia estabelecida no Estatuto da Advocacia.

Logo, o relator nos explica que não possui o advogado o direito de reivindicar o envio dos documentos para seu escritório, ainda mais quando estamos tratando de escritórios que ficam em diferentes estados, concluindo:

“O desatendimento, pela seguradora, do requerimento administrativo no caso dos autos não denota resistência à pretensão de exibição, pois, na verdade, a seguradora não estava obrigada a enviar os documentos para o escritório de advocacia.”

Gostou deste conteúdo?

Então, siga nossos perfis no FacebookInstagramLinkedIn e Twitter!

newsletter

Novidades de EBRADI por e-mail

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Entre em contato com a equipe EBRADI

Preencha o formulário e fale com um consultor de vendas

Condições especiais para a sua matrícula

| AVISO DE COOKIES

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para auxiliar na navegação, aprimorar a experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo do seu interesse. Para mais informações consulte nosso Aviso Externo de Privacidade.