As provas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) são extensas e cansativas. Devido à complexidade das questões, a preparação para os exames e a realização das provas exige muita dedicação do candidato, principalmente para assimilar bem o conteúdo e controlar o tempo. Uma técnica que contribui para o êxito dessas etapas consiste na leitura dinâmica durante os estudos e exames.

Também conhecida como leitura rápida, constitui-se de várias metodologias que têm como objetivo dar mais velocidade ao processo de ler sem prejudicar o entendimento do conteúdo e a retenção de informações. Essa prática permite economizar um tempo precioso quando corretamente executada.

Por isso, tanto para estudar para OAB quanto para o dia da prova, essa metodologia pode ser sua aliada. Confira, a seguir, 8 técnicas e veja como elas podem contribuir para o sucesso nos exames!

1. Não pronuncie as palavras

Algumas pessoas têm por hábito pronunciar as palavras — em voz alta ou mentalmente — enquanto leem. Essa é uma prática negativa que dificulta bastante a velocidade do processo. Pronunciar cada vocábulo significa que o leitor lê palavra por palavra literalmente.

Com isso, a velocidade de leitura diminui, podendo afetar até mesmo a capacidade de compreensão. Afinal, o cérebro estará ocupado com a pronúncia, dificultando a concentração na interpretação. Esse hábito pode levar ao desenvolvimento de outra prática negativa, que é a releitura.

2. Elimine a releitura

Apesar de muito comum, o hábito da releitura é prejudicial para a produtividade nos estudos e otimização do tempo. Muitas vezes, quando lemos um trecho que não compreendemos totalmente, nosso primeiro impulso é reler a frase até entender cada parte do que está escrito ali.

Contudo, essa prática toma muito tempo. Além disso, não é preciso entender completamente o que cada frase diz, pois, conforme a leitura avança, provavelmente será possível compreender aquela parte dentro do contexto de todo o conteúdo.

Assim, uma dica importante para deixar a prática mais dinâmica é não ficar voltando para reler alguns trechos. Deixe para fazer isso apenas ao final do texto e somente se realmente for necessário para a compreensão do assunto.

3. Dedique sua concentração para a leitura

A capacidade de manter o foco no que está lendo é fundamental para evitar o desperdício de tempo e energia. A falta de concentração prejudica a compreensão. Imagina parar a cada trecho para fazer outra atividade alheia à leitura.

Durante a prova, evite fazer muitas pausas e mantenha a concentração no conteúdo. Portanto, quando estiver lendo, mantenha a mente longe de distrações. Utilize o tempo disponível para se dedicar ao texto e a nada mais. Quanto maior o foco, maior o dinamismo na leitura.

4. Explore sua visão periférica

Durante a leitura tradicional, utilizamos, na maior parte do tempo, a nossa visão central, ou seja, mantemos o foco no centro da visão. Esse hábito limita a quantidade de palavras que conseguimos ler em cada ponto de fixação.

Uma forma de melhorar esse processo é utilizar a visão periférica. Também conhecida como tangencial, ela nos dá a capacidade de enxergar pontos ao redor ou à frente do campo visual. Ou seja, ela capta as imagens que se formam na periferia das retinas.

Tenha as mesmas condições

Desse modo, explorar a visão periférica é uma das formas mais rápidas de ler, pois tiramos o foco do que está apenas na frente dos nossos olhos e o expandimos para outras regiões que também podem ser captadas pela nossa visão, aumentado a quantidade de palavras lidas.

5. Reduza o número de fixações

Complementando a dica anterior, reduzir o número de fixações é uma forma eficiente de diminuir o tempo de dedicação ao estudo. Usualmente, o processo de leitura tradicional ocorre com a fixação ponto a ponto, com pequenos saltos para novos trechos. Contudo, a cada salto, o cérebro demora alguns segundos para fixar a nova informação. Com o treinamento contínuo, é possível reduzir esse tempo.

6. Pule palavras pequenas

O cérebro humano é realmente incrível: ele compreende palavras pequenas mesmo sem focá-las completamente durante a leitura. Como isso ocorre? Quando lemos um texto, identificamos pequenos termos apenas “passando os olhos” sobre eles, ou seja, sem realmente lê-los completamente.

Dessa forma, com um pouco de prática, é possível pular as palavras pequenas, aumentando a velocidade de leitura. Embora muitas pessoas já façam isso de modo instintivo, é possível aperfeiçoar a técnica com a prática contínua. Para isso, leia sem parar o olho em cada palavra. Você verá que, mesmo ignorando pequenos trechos, não comprometerá o sentido das frases.

7. Não se preocupe com palavras desconhecidas

Quando estamos lendo, é comum encontrarmos algumas palavras desconhecidas. A ansiedade em entender o significado de todo o conteúdo pode levar o leitor a pausar a leitura a cada vocábulo diferente para procurar seu significado no dicionário.

Entretanto, embora seja importante manter um bom vocabulário, essas pausas frequentes prejudicam a velocidade. Dessa forma, ao encontrar algum termo desconhecido no texto, apenas faça uma marcação e siga lendo.

Deixe para buscar o seu significa ao final e apenas se for realmente necessário para a compreensão do conteúdo. Não se esqueça de que um ponto importante para ler com rapidez é entender o texto de modo geral, sem a obrigação de compreendê-lo 100%. Afinal, é possível entender a mensagem sem conhecer o significado exato de cada palavra.

8. Faça skimming e scanning

Existem dois métodos que ajudam o leitor na prática da leitura dinâmica: skimming e scanning. Ambos consistem em ler rapidamente o texto, porém, têm finalidades diferentes. A primeira deriva do termo em inglês skimmer, que significa escumadeira.

Assim, ao lembrar desse utensílio tão utilizado na cozinha para escorrer o óleo das frituras, é possível ter uma ideia do que a técnica representa: o leitor “escorre” rapidamente o texto em busca das informações básicas — título, autor, assunto, entre outros — para determinar se vale a pena lê-lo completamente ou não.

Já a metodologia scanning deriva do termo escanear, ou seja, vasculhar. Dessa forma, essa técnica consiste em explorar o conteúdo, procurando apenas as palavras-chave mais relevantes. Com isso, é possível ler mais rápido, pois o leitor pula direto para os trechos que mais interessam.

Para passar na OAB, é importante, além de conhecer bem o conteúdo, saber administrar bem o tempo de prova. São muitas questões que devem ser respondidas em apenas algumas horas. Por isso, a prática da leitura dinâmica é tão benéfica aos candidatos durante os exames e também durante a etapa de preparação. Vale a pena começar a praticá-la sem demora!

Gostou do nosso conteúdo? Deseja saber mais sobre a profissão de advogado? Conheça as previsões legais contidas no Código de Ética e Disciplina da OAB mais comuns no dia a dia da profissão!

newsletter

Novidades de EBRADI por e-mail

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Entre em contato com a equipe EBRADI

Preencha o formulário e fale com um consultor de vendas

Condições especiais para a sua matrícula

| AVISO DE COOKIES

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para auxiliar na navegação, aprimorar a experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo do seu interesse. Para mais informações consulte nosso Aviso Externo de Privacidade.