Por Henne Vilhena

Construir uma rede de contatos é fundamental no exercício de qualquer profissão. Na advocacia não poderia ser diferente: ter um bom networking profissional é o que faz toda a diferença na carreira do advogado, e essa pode ser uma das maiores dificuldades de quem está começando na carreira.

Reunimos algumas dicas que vão ajudar você a dar os primeiros passos na construção de uma rede de relacionamentos profissionais que podem trazer grandes oportunidades de trabalho e aumentar seu destaque no âmbito jurídico. Acompanhe!

O que é networking profissional?

Primeiramente, devemos entender que networking profissional é uma rede de relacionamentos ou contatos profissionais em que há um intercâmbio de informações e conhecimentos pertinentes à área de atuação. Não se trata apenas de ter contatos na agenda, mas de cultivar relacionamentos com outros profissionais que tenham interesses similares.

Tome cuidado, porque quantidade não significa qualidade. Contatos sem relacionamento são apenas contatos. Por exemplo: não adianta ter o e-mail de um cliente em potencial se ele sequer vai ler a sua mensagem quando recebê-la. Por isso, não adianta ter milhares de contatos se não houver uma troca genuína de interesses e informações que ativem esses mesmos relacionamentos.

Qual é a importância do networking profissional?

É natural que, em meio à concorrência e à complexidade do mundo corporativo, especialmente na advocacia, o profissional fique deslocado e até não consiga se promover profissionalmente. Em função disso, a promoção do seu marketing pessoal e a construção de uma boa rede de relacionamentos profissionais são importantes.

Para se destacar no mercado, o profissional, além de ter qualidade técnica, precisa construir um networking eficaz: uma rede de relacionamentos de lhe permita expandir de fato a sua atuação, conhecer novos nichos e clientes em potencial, além de demonstrar seus conhecimentos sempre que for oportuno.

O advogado iniciante deve ter consciência de que cada conversa representa uma oportunidade, por isso, deixar simplesmente de comparecer a eventos do seu ramo profissional pode significar a perda de parcerias e oportunidades. A indicação ainda é a principal forma de captação de clientela na advocacia, o que significa que é a manutenção de um bom networking que vai possibilitar o fechamento de novos negócios e a divulgação do seu escritório.

Quais são as melhores dicas práticas para realizar networking profissional?

Tendo em vista a importância do networking profissional, selecionamos 5 dicas que podem ajudar você a começar a sua própria rede de relacionamentos, bem como mantê-la. Confira!

1. Tenha objetivos claros

Antes de tudo, tenha em mente quais são seus objetivos e o que você pode fazer para alcançá-los. Isso vai ajudar você a saber para onde deve direcionar seus esforços, com quem falar, quais eventos frequentar e quais temas abordar em ocasiões profissionais.

Tendo clareza dos seus objetivos, você vai transparecer confiança e credibilidade, e vai mostrar aos ouvintes o que você tem a oferecer. A relação construída deve ser de troca, em que ambas as partes podem ganhar — pelo menos com a obtenção de informações e conhecimentos.

Tenha as mesmas condições

2. Participe de eventos da sua área

Participar de eventos como palestras, seminários, feiras, congressos e cursos pode ser uma excelente oportunidade para se aproximar de outros profissionais e clientes em potencial, especialmente na advocacia, em que a indicação é uma das principais formas de captação de clientes.

Dedique parte do seu tempo à construção do networking. Compareça a eventos da sua área, prestigie seus colegas, professores e amigos e mantenha-os sempre próximos. Além de novas oportunidades profissionais, essa proximidade vai fazer com que você tenha com quem tirar dúvidas e trocar experiências valiosas para sua atuação no dia a dia profissional.

3. Seja ativo em grupos profissionais nas redes sociais

Para quem passa muito tempo na internet, umas das melhores maneiras de trabalhar o seu networking é por meio de grupos nas redes sociais. No Facebook e no WhatsApp, por exemplo, há diversos grupos sobre advocacia, em que você pode dividir experiências e trocar informações com outros profissionais que passaram ou vão passar pelas mesmas situações.

Por meio desses grupos é possível até conhecer colegas que procuram alguém com o seu perfil para fazer parcerias ou indicar clientes mais próximos.

Além das redes citadas, é recomendado usar o LinkedIn, que é uma rede social corporativa voltada para relações estritamente profissionais, em que você pode divulgar seu currículo e compartilhar conteúdos pertinentes à sua atuação, com a intenção gerar mais visibilidade em grupos de interesse profissional.

4. Trabalhe como correspondente jurídico

Outra opção interessante é trabalhar como advogado de apoio ou correspondente jurídico. Assim, o profissional faz seu networking enquanto trabalha, gerando um resultado ainda mais eficaz.

Na correspondência jurídica, o profissional atua para outro colega ou escritório que precisa de um serviço pontual, por isso, busca um profissional correspondente para realizar aquele serviço específico — uma audiência, um protocolo, um despacho etc.

Para o advogado que executa o serviço de apoio, além de uma oportunidade de trabalho remunerado, essa é uma forma de fazer networking com profissionais e escritórios de diversas regiões do país.

5. Indique outros profissionais

Se clientes entrarem em contato solicitando algum serviço e, por alguma razão, você não puder prestá-lo, em vez de simplesmente recusar a proposta, indique algum colega cujo trabalho você já conheça e que possa prestar esse mesmo serviço. Desse modo, você ganhará pontos com o cliente e com o seu colega, com quem poderá fazer uma parceria nesse sentido.

É muito comum que isso aconteça com profissionais especializados e que preferem não atuar em casos que fogem do seu ramo específico de atuação. Essa situação pode multiplicar as oportunidades tanto para o profissional que indica quanto para quem é indicado, gerando um vínculo de confiança entre ambas as partes, de modo que todos tendem a ganhar.

Comece a colocar em prática essas dicas para conquistar melhores resultados! Só não se esqueça de cultivar os relacionamentos construídos. O networking profissional deve fazer parte do seu dia a dia até que se torne um hábito. Esse é um dos segredos de uma advocacia de resultados.

Gostou do conteúdo? Tem alguma dúvida ou dica sobre o assunto? Deixe um comentário e participe da discussão!

newsletter

Novidades de EBRADI por e-mail

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Entre em contato com a equipe EBRADI

Preencha o formulário e fale com um consultor de vendas

Condições especiais para a sua matrícula

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

| AVISO DE COOKIES

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para auxiliar na navegação, aprimorar a experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo do seu interesse. Para mais informações consulte nosso Aviso Externo de Privacidade.