O Supremo Tribunal Federal julgará, nesta semana, diversas ações que abordam vários temas jurídicos, como, por exemplo, liberdade de expressão e o direito à indenização por danos morais.

A primeira ação a ser julgada na quarta-feira é o recurso extraordinário que discute constitucionalidade do pagamento de adicional de riscos aos trabalhadores portuários avulsos. O relator do recurso é o ministro Edson Fachin e até o momento, sete ministros reconheceram aos avulsos o direito ao adicional, desde que as funções sejam feitas nas mesmas condições dos trabalhadores com vínculo de trabalho permanente.

Outro caso a ser discutido é uma ação ajuizada pelo governo de Roraima para questionar dispositivos de uma emenda à Constituição do Estado que prevê a sabatina prévia, por parte da Assembleia Legislativa, de nomes indicados para diversos cargos na estrutura do estado. O ministro relator Ricardo Lewandowski sustentou que a sabatina prévia é constitucional nos casos de nomeação para autarquias e fundações públicas.

Ainda nesta semana, serão julgadas duas ADIns, que discutem sobre a validade de dispositivo incluído nas medidas complementares do Plano Real que revogou preceitos da lei 8.542/92. Tais ações sustentam que a norma impugnada contraria dispositivos constitucionais fundamentais, como, por exemplo, a irredutibilidade de salário e de reconhecimento das convenções e acordos coletivos de trabalho.

O STF também julgará quatro ações que questionam sobre os dispositivos previstos na Reforma Trabalhista que fixam um teto para o pagamento de dano moral nas relações de trabalho.

O Conselho Federal da OAB, Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho e Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria, autores das ações, sustentam que a limitação de que a indenização não pode ultrapassar um valor de 50 vezes o salário mínimo ofende o princípio da isonomia, visto que, caso ocorra um mesmo dano moral a pessoas com cargos diferentes, o dano moral deve observar o salário de cada empregado.

Tenha as mesmas condições

Além disso, o Supremo Tribunal Federal deverá julgar o recurso interposto pelo Sindireta/DF – Sindicato dos Servidores Públicos Civis da Administração Direta, Autarquias, Fundações e Tribunal de Contas do Distrito Federal. O assunto aborda uma lei do Distrito Federal que reduziu de 40 para 10 salários mínimos o teto para expedição das RPVs. O Supremo irá decidir se a lei pode ser aplicada às execuções em curso.

Em relação à liberdade de expressão, o STF irá julgar, sob relatoria do ministro Marco Aurélio, recurso que discute a liberdade de expressão e o direito à indenização por danos morais.

No caso, o deputado Federal Ricardo Zarattini Filho ajuizou ação contra o jornal Diário de Pernambuco S.A pleiteando danos morais por ter sua honra violada.

O jornal recorreu ao STF para discutir sobre a liberdade de expressão, especialmente no que diz respeito à liberdade de imprensa.

Por fim, o STF julgará recurso que trata sobre a incidência de tributos nas apostas feitas em corridas de cavalos. O Jockey Club Brasileiro questiona a cobrança de ISS pelo município do Rio de Janeiro.

Gostou deste conteúdo?

Então, siga nossos perfis no FacebookInstagramLinkedIn e Twitter!

newsletter

Novidades de EBRADI por e-mail

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Nós usaremos seus dados para entrar em contato com você sobre as informações solicitadas neste formulário e sobre outras informações correlacionadas que podem ser de seu interesse. Você pode cancelar o envio da divulgação, a qualquer momento, utilizando o opt-out existente nas mensagens encaminhadas por nós. Para maiores informações, acesse nossos avisos de privacidade.

Entre em contato com a equipe EBRADI

Preencha o formulário e fale com um consultor de vendas

Condições especiais para a sua matrícula

| AVISO DE COOKIES

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para auxiliar na navegação, aprimorar a experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo do seu interesse. Para mais informações consulte nosso Aviso Externo de Privacidade.